Caraguatatuba / SP - terça-feira, 22 de maio de 2018

O Homem de Nove Corações

O Gato Dizem Ter Sete Vidas. Você Pode Ter Nove Corações.

  

1)      O próprio coração.

2)      A musculatura das pernas impulsionando o sangue

3)      A musculatura dos braços impulsionando o sangue.

4)      A musculatura do abdome impulsionando o sangue

5)      A musculatura abdominal impulsionando o sangue

6)      A musculatura do abdome impulsionando o sangue

7)      O músculo diafragma impulsionando o sangue.

8)      Os pulmões impulsionando o sangue.

9)      Sua cabeça comandando tudo.

  

Muitas das vezes nos perguntamos como pode viver um indivíduo com o coração altamente comprometido, com vários infartos?

 

No entanto ele nos surpreende em conseguir fazer suas atividades diárias como se nada tivesse acontecido? Como é possível?

 

A função do coração: impulsionar o sangue.

É fundamental o sistema de transporte de nosso organismo.

O coração tem por finalidade aspirar o sangue de todo o corpo, levá-lo aos pulmões onde libera gás carbônico e absorve oxigênio para serem levados às partes mais distantes do corpo. Nesta fase da pequena circulação o sangue retorna ao coração para ser bombeado.

O coração bombeia o sangue para a  primeira artéria a receber sangue oxigenado, a aorta e a partir dela é distribuído pelas demais artérias e arteríolas do corpo em suas porções mais distantes.

A integridade das artérias é fundamental para que o sangue oxigenado chegue ao seu destino. Sem isto seu cérebro e consequentemente a memória pode falhar, as mãos podem ter dormências, as pernas podem doer, enfim todos dependem do transporte de oxigênio. O próprio coração depende de receber sangue das artérias que o envolvem em forma de coroa, conhecidas como artérias coronárias, que envolvem todas suas paredes.

A dificuldade de receber o sangue para sua própria nutrição pode produzir dor no peito, conhecida como angina. Esta dificuldade pode ser rotulada com insuficiência coronariana que leva a isquemia do músculo do coração. Quando este fenômeno se mantém por algum tempo ocorre o temido infarto do miocárdio, ou seja morte de parte do músculo cardíaco, que passa a ter uma cicatriz, perdendo a função de contrair-se e portanto passa a bombear menos sangue.

 

Algumas pessoas têm infarto, perdem parte de função de bombeamento de uma ou mais paredes do coração mas podem continuar vivas, graças a capacidade de adaptação do organismo.

 

Os diversos músculos do corpo servem para nos locomover, pois o ser humano depende de se locomover para suas atividades diárias e vitais. Os músculos bem treinados também auxiliam o bombeamento do sangue para o corpo, possibilitando o transporte de oxigênio para o corpo.

  

A atividade física regular leva ao que chamamos de melhora do condicionamento físico, ou seja possibilita a função da circulação do sangue com mais eficiência melhorando a toda a capacidade do indivíduo.

 

Quanto posso e devo fazer de atividade física?

 

A atividade física deve ser praticada com maior assiduidade e a intensidade deve ser compatível com a capacidade de trabalho do seu organismo.

Em outras palavras a atividade física deve ser realizada dentro do limite aeróbico ou seja de fornecimento de oxigênio adequado pelo organismo para que não ocorram problemas.

Temos capacidade muito maior que a aeróbica em nosso organismo, no entanto o exercício realizado acima deste limite, pode ocasionar conseqüências imediatas ou tardias no seu corpo, portanto procure fazer atividades físicas dentro do seu limite de conforto sem excessos.

Uma forma prática e objetiva de fazer os exercícios com segurança é a realização de um teste ergométrico,  uma prova realizada em esteira ou bicicleta com controle da pressão arterial continuadamente e do eletrocardiograma monitorizado continuadamente antes, durante e 6 minutos após o exame. Paralelamente podem ser observados sinais clínicos  diversos como ausculta pulmonar e cardíaca.

Para maior segurança antes do teste ergométrico é realizado um exame clínico, e um eletrocardiograma de repouso pré-teste.

Caso ocorram alterações no teste ergométrico estas alterações ou o máximo de esforço obtido pode servir de parâmetro para controle de exercícios não supervisionados.

Caso ocorram alterações que contra-indiquem prática de atividades físicas, estas alterações serão corrigidas para uma melhor qualidade de vida bem como segurança.

  

Faça o agendamento de suas consultas online. Clique ao lado para ver os horários disponíveis.

Marcar consulta